Como montar um Orçamento Doméstico

Um orçamento doméstico é o primeiro e mais importante passo para você ter controle financeiro.

Tenha em mente que o seu planejamento financeiro somente será eficiente se você tiver equilíbrio orçamentário, ou seja, gastar menos do que você ganha e investir a diferença com regularidade.

O orçamento doméstico te trará diversos benefícios e vou listar alguns aqui:

  • Ter visibilidade de seu custo de vida mensal
  • Saber a renda necessária para suprir o seu padrão de vida
  • Servirá como uma bússola na hora de fazer suas compras
  • Ter clareza de como realizar os seus projetos de vida

 

Agora que está claro a importância que um orçamento pode trazer, é hora de colocar a “mão na massa” e criar o seu.

Eu disponibilizo aqui no site um modelo de orçamento doméstico em excel. Porém você não necessariamente precisa fazer o seu orçamento em Excel, pode ser em um caderno, aplicativos, enfim, utilize a forma a qual você se sentir mais confortável.

Para montar o seu orçamento doméstico você deve utilizar dois meses como referência. Separe os extratos bancários e faturas de cartão de crédito desses dois meses.

  • Digite na planilha todos os gastos efetuados naquele mês, separando-os por categoria, como por exemplo, supermercado, padaria, combustível, pedágio, etc.
  • As despesas do cartão de crédito também deverão ser classificadas por categoria na planilha, não considere o cartão de crédito como uma única despesa, você precisa identificar os gastos que estão contidos na sua fatura.

Depois de feito esse levantamento você terá informações sobre os seus hábitos de consumo. É hora de refletir e verificar se você está confortável com o resultado encontrado ou se há algo que pode ser melhorado.

 

O próximo passo é projetar as despesas para os próximos meses. Defina limite de gastos principalmente para as despesas variáveis, como supermercado, salão de beleza, bares e restaurantes, etc.

Não esqueça de projetar os gastos sazonais em sua planilha de orçamento (como seguro  de veículos, IPVA, IPTU, etc). O ideal seria você guardar mensalmente uma quantia para esses gastos, assim você tem a possibilidade de diluir essas despesas em vários meses e ainda consegue investir para ganhar algum juros.

Defina os valores que serão destinados para os seus projetos de vida e aposentadoria. Caso você ainda não tenha uma reserva de emergência é importante definir o valor a ser poupado mensalmente afim de formá-la o mais rápido possível.

Lembre-se: Mais importante do que ter um orçamento é acompanhá-lo.

Você deve dedicar ao menos 1 hora a cada 15 dias para lançar as despesas realizadas em seu orçamento, e verificar se os gastos estão de acordo com o planejado, não será eficaz se você olhar para o seu orçamento apenas no final do mês, quando a despesa já tiver ocorrido e você não tiver como mais como fazer algo para mudar a situação.

Todo inicio de mês analise o orçamento do mês que encerrou, e reveja as despesas projetadas para o mês que está iniciando, é nesse momento que você deve rever se as despesas projetadas ainda fazem sentido ou se algum ajuste é necessário.

 

Achou essa dica útil? Compartilhe com os seus amigos

 

 

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *